quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Paixão Côrtes Tradição e Folclore do Sul (13.10.2010)

Nascido em 12 de julho de 1927, na cidade de Santana do Livramento, fronteira do Brasil com o Uruguai, Paixão Côrtes é figura importantíssima para a tradição musical gaúcha. Filho de pai pecuarista e de mãe amante da música, Paixão seguiu as duas influências, e, além de folclorista, é formado em agronomia. Mas foi como ativista da música tradicional gaúcha que adquiriu reconhecimento. Em 1947, com Glauco Saraiva, Barbosa Lessa, e Orlando Degrazia, grupo de estudantes secundaristas do Colégio Júlio de Castilhos, em Porto Alegre, Paixão fundou o Movimento Tradicionalista Gaúcho, que hoje congrega mais de 1.500 entidades. Esse movimento foi responsável pela criação ou recriação de grande parte do que hoje se acredita ser o folclore gaúcho, como algumas danças, canções, indumentária, poesia, até alguns costumes, como a maneira de apertar a mão no cumprimento. Em 1953, fundou o pioneiro Conjunto Folclórico Tropeiros da Tradição, com quem gravou diversas canções folclóricas, que recolheu em pesquisas de campo. Paixão Côrtes dedica a vida à militância ao tradicionalismo gaúcho, apresentando e produzindo diversos programas de rádio, organizando eventos, escrevendo artigos, gravando discos.  Para quem tiver interesse, Paixão Côrtes e Barbosa Lessa escreveram o Manual das Danças Gaúchas, e trechos desse livro podem ser acessados aqui. Sem dúvida, um homem notável, cujas contribuições para a música do sul são imensas. Nesse disco, produzido por Paixão Côrtes em 1964, são apresentadas, por ele e pelo Conjunto Folclórico Tropeiros da Tradição, músicas importantes do folclore gaúcho, como Prenda Minha e Boi Barroso. As canções são lindas, como todas as canções tradicionais, que são cantadas e recantadas por gerações e gerações, sendo lentamente aprimoradas, até se tornarem verdadeiras obras primas. Ouçam, aprendam, cantem; apropriem-se desse rico patrimônio que é, acima de tudo, de todos nós.


Tradição e Folclore do Sul

Lado A

1-      Gauchinha bem querer
2-     Chotes laranjeira
3-     Siriri
4-     Dança dos Facões
5-     Prenda minha
6-     Bichinho Graxaim

Lado B

1-      Tupanci
2-     João Carreteiro
3-     Havaneira Marcada
4-     Tropeiro de mula
5-     Cantiga de Natal
6-     Boi Barroso

Um comentário:

Cacai Nunes disse...

Complementando, com comentário de Fernanda Marcon.

Obrigado, Fernanda.

Olá! Parabéns pelo blog e pela postagem sobre Paixão Côrtes. Eu pesquisa música nativista aqui no sul e apenas gostaria de fazer uma correção. O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) surge só em 1966. Em 1948 é criado por Paixão Côrtes, Barbosa Lessa e outros estudantes secundaristas de Porto Alegre o primeiro CTG (centro de tradições gaúchas).
Abraço,
Fernanda Marcon