sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Jacó e Jacozinho - Grandes pagodes de Jacó e Jacozinho - Coletânea



Texto: Gabriela Tunes

A dupla, formada inicialmente pelos irmãos Benedito Jacob e Amado Jacob, gravou os primeiros discos em 78 rotações no começo da década de 1960. Depois, Benedito Jacob foi substituído por outro irmão, o Antonio Jacob, que integrou a dupla até falecer, em 1981. 

A dupla fazia muito sucesso e era notada por causa de suas vocalizações pouco usuais, com dissonâncias e mudanças de tonalidade. No ano de 1974, os mesmos Jacó e Jacozinho resolveram gravar canções de humor. Para não ficarem com fama de palhaços, mudaram o nome da dupla para Antonio e Amado, para gravar dois LPs com músicas engraçadinhas, como a que dizia "eu não quero mais pepino, nem do grosso nem do fino". 


Jacó e Jacozinho gravaram mais de duzentas músicas, e foram referência para dezenas de duplas sertanejas. No ano de 1982, após o falecimento do Antônio Jacob, Amado Jacob gravou um último disco com outro irmão, Pedro Jacob, para cumprir um contrato com a gravadora. Eles ainda tentaram manter a dupla, mas a saúde do Amado Jacob não permitiu, porque ele sofria do Mal de Chagas. 

Eis, então, que a saga dos Jacob não havia ainda terminado, porque Pedro Rafael Jacob, filho do Pedro Jacob, começou a cantar com seu pai. Formaram a dupla Jacó e Jacozito, que manteve-se em atuação por 13 anos, tendo gravado 7 CDs. Vários outros integrantes da família Jacob estão hoje por aí fazendo música brasileira. 

Aqui, uma coletânea de 1980 com os maiores pagodes cantados por Jacó e Jacozinho, Antonio e Amado Jacob, com destaque pra "A viola do Zé".

Violada das boas !! 


Nenhum comentário: