quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Trilha sonora do Filme Chico Rei - 1985


* Não deixem de ler o comentário do Spirito Santo, integrante do Grupo Vissungo, que nos corrige a respeito do crédito da trilha sonora do filme.
Agradecemos a correção e pedimos desculpas pelo equívoco.


Esse disco é a trilha sonora de um filme que conta uma lenda (que é considerada lenda porque parece que não existem documentos que comprovem sua veracidade) muito interessante do estado de Minas Gerais. Chico Rei era a alcunha de um negro congolês, cujo nome de batismo cristão seria Francisco da Natividade, Frascisco Lisboa da Anunciação ou Francisco Lázaro. Ele foi trazido do congo para o Brasil e levado para Minas Gerais, onde foi forçado a trabalhar na mineração do ouro. Com trabalho e esforço braçal, ele conseguiu dinheiro suficiente para comprar sua liberdade. Fala-se também que ele comprou, de seu ex-senhor, uma mina de ouro, chamada Mina da Encardideira, que hoje, em Ouro Preto, pode ser visitada pelos turistas, e tem o nome de Mina do Chico Rei. Em meio a tanta prosperidade, conseguiu comprar a liberdade e alforriar vários outros negros cativos. Chico Rei, então, fundou um reino, que durou muitos anos em Minas Gerais. Pelos atos heróicos, foi coroado, então, o primeiro Rei Congo no Brasil. Segundo contam, foi autorizado a promover a primeira festa do congado, em homenagem às entidades protetoras dos africanos e de seus descendentes. A lenda do Chico Rei explica, portanto, a origem do congado, e, mesmo que não seja verdadeira, é parte importante do patrimônio histórico ligado à música brasileira, notadamente a de Minas Gerais.
O filme, lançado na década de 80, foi dirigido por Walter Lima Jr., e a trilha sonora composta e arranjada por Wagner Tiso, com participações de Milton Nascimento, Clementina de Jesus, grupo Vissungo e outros. O disco exibe sonoridades distintas: tem a crueza complexa dos ritmos afro-brasileiros, em que apenas percussão e voz se apresentam (nesses casos, a voz única de Clementina de Jesus é perfeita para trazer os ares africanos ao Brasil); tem também o ambiente sonoro das igrejas mineiras, em músicas como Chegada a Ouro Preto, em que predomina o som do órgão. Não faltam também sambas, que representam a alegria e o vigor das comunidades negras. E, por fim, tem canções que remetem à música mineira mais recente, cujas lindas melodias, cantadas por Milton Nascimento, não levam nosso pensamento a nenhum outro lugar, senão Minas Gerais (como na primeira faixa, Santa Efigênia).



Trilha sonora do Filme Chico Rei

Lado A

1-      Santa Efigênia (Milton Nascimento)
2-     Quilombo do Dumbá (Clementina de Jesus)
3-     Ulelelê (Samuka e coro)
4-     Andambi (Espírito Santo e Laércio)
5-     Samba de roda (Samuka e coro)
6-     Chico reina (Clementina de Jesus, introdução Espírito Santo e coro)

Lado B

1-      Saudade do Congo (Espírito Santo e coro)
2-     Kanjonjo (Espírito Santo e Samuka)
3-     Niangas (Grupo Vissungo)
4-     Título/ Njara/ Depois da castração (Espírito Santo, Wagner Tiso)
5-     Chegada a Ouro Preto/ Boite/ Quarto de Quincas/ Fechamento da peça (Wagner Tiso)
6-     Chico Rei (Milton Nascimento)

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR

8 comentários:

lei Zoé disse...

Maravilhoso

lei Zoé disse...

Maravilhoso!!!

Vissungo disse...

A página deste site que disponibiliza a trilha sonora do filme Chico Rei de Walter Lima Júnior traz uma excelente resenha, excetuando-se apenas um equívoco grave: o Grupo Vissungo foi o co-autor da trilha sonora, responsável pela pesquisa, composição e tratamento (arranjos e etc. de toda a parte de música ‘africana’, cabendo à WagnerTiso, exclusivamente a parte de música européia.

As participação de Milton Nascimento foi apenas episódica, cantando das músicas compostas por Wagner Tiso, do mesmo modo que Clementina de Jesus que participou cantando a introdução de uma música por nós composta.

Outro equívoco grave é que a trilha sonora do filme recebeu dois importantes prêmios internacionais (Cartagena na Colômbia e Ghent na Bélgica) prêmios estes aos qauis como co-autores da trilha fazemos jus, embora jamais nos tenham sido entregues ou mesmo a nós informado sobre o que consistiram, se foram medalhas,estatuetas, certificados ou mesmo dinheiro, nada. O certo é que, do mesmo modo que ocorre nesta resenha, a mídia sempre atribui, recorrentemente os créditos apenas à Wagner Tiso.

Esta mesma omissão ocorreu no Dicionário de Música Popular de Ricardo Cravo Alvin no qual estas mesmas informações faltavam no nosso currículo, e foram corrigidas após termos alertado os responsáveis.

Reproduzimos abaixo a única matéria da imprensa que nos deu o crédito merecido:

...”O épico Chico Rei deu continuidade ao projeto de um cinema histórico mais atento às elaborações mitológicas que ao rigor das versões acabadas. Lima Jr. usa a história do primeiro escravo a se tornar dono de ouro no Brasil para investigar as suas próprias raízes negras.

O Grupo Vissungo, em sua fusão de arte e militância, teve papel decisivo na formatação sonora do filme, que ainda mobilizou ícones da música negra brasileira como Milton Nascimento, Clementina de Jesus, Naná Vasconcelos e Geraldo Filme. “

Trecho do artigo “um cinema que quer ser música”
de Carlos Alberto Mattos Publicado na revista Veredas (CCBB/Rio, Nov-2000)

Você pode obter mais informações sobre o Grupo Vissungo também na wikipédia neste link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Grupo_Vissungo

Gostaríamos, por favor, de ver também desta vez corrigido este equívoco, neste mesmos entido solicitamos aos amigos que divulgassem esta informação em nome da verdade.

Obrigado

Spirito Santo (Grupo Vissungo)

Menu del dia disse...

FAla Cacai, meu amigo Spirito Santo do grupo Vissungo escreveu uma resenha respondedo a esta resenha do acervo origens. Acho que é legal ler o ponto de vista dele. Abração,

Markim

http://spiritosanto.wordpress.com/2011/03/23/grupo-vissungo-tem-credito-garfado-e-protesta/

Mixtapes disse...

http://www.4shared.com/file/tXhXuErF/1985_-_Trilha_Sonora_do_Filme_.html

Mixtapes disse...

Download: http://www.4shared.com/file/tXhXuErF/1985_-_Trilha_Sonora_do_Filme_.html

Unknown disse...

Pelo amor do Som, tem como repostar o link desse disco? Os que estão aÍ não funcionam mais!

Cacai Nunes disse...

Link atualizado !

Abraços