quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Folia de Reis no Rio de Janeiro - Penitentes de Santa Maria (13/10/2011)

A tradição da Folia de Reis, conforme indica a historiografia, chegou ao Brasil ainda no período da colonização, pela mão dos portugueses. Essa manifestação folclórica era realizada na Península Ibérica, sendo comum a doação e o recebimento de presentes e a entoação de cantos e danças nas ruas e casas das cidades e vilas. No Brasil, a Folia de Reis começou a ser realizada no século XVI, pelos Jesuítas, imbuídos da missão de catequizar os índios e, posteriormente, os negros escravos. No Brasil, a festa foi adquirindo características regionais, na música, na dança e na indumentária, mas sempre manteve a crença e devoção ao Menino Jesus, a São José, à Virgem Maria e aos Reis Magos.
Nas Folias de Reis, geralmente estão presentes as seguintes personagens: os três Reis Magos; palhaços, que carregam sacolas para coletar dinheiro e outras doações; cantores e instrumentistas; bandeireiro. Os palhaços são, em geral, dois ou três. Eles utilizam máscaras e costumam dançar e fazer acrobacias com bastões. Têm também obrigações e proibições específicas, como nunca dançar em frente à “bandeira”, e soprar um apito para identificar sua chegada e partida. O coro é composto, em geral, por seis pessoas, que cantam e tocam instrumentos também. Dentre eles, o mais importante é o mestre, também chamado de embaixador ou chefe da folia, responsável por organizar o trajeto e o horário do cortejo, bem como improvisar os versos cantados nas residências. O bandeireiro ou alferes da bandeira carrega a bandeira do grupo, e a apresenta ao chefe da residência quando a Folia chega. É ele também que recebe os donativos da família. A bandeira é feita de tecidos brilhantes, e nela é colada uma estampa dos Reis Magos. Ela é tratada com reverência, como objeto sagrado. Os moradores que a recebem beijam-na respeitosamente, e ela é passada com muita fé sobre as camas da casa. Ela vai sempre à frente da Folia.
No Rio de Janeiro, é muito rica a tradição da Folia de Reis. Ela é presente no litoral, nas baixadas e nas serras, em fazendas, sítios e roças, e em vários municípios, inclusive a cidade do Rio de Janeiro. Eles fazem sua jornada, ou giro, entre a noite do dia 24 de dezembro até o dia 20 de janeiro.  Esse disco, gravado em 1981, registra os cânticos de dois grupos de Folia de Reis fluminenses: Penitentes de Santa Marta (Lado A) e Estrela de Jacó Anunciada por Balaão (Lado B). As gravações foram feitas em um parque, e o encontro dos foliões foi regado à comida e bebida, para que fosse mantido o espírito de comunhão e fé que caracteriza esses grupos.  Trata-se, portanto, de um registro da mais alta relevância.


  
Lado A

01-Marcha
02-Chegada/Profecia: Anunciação
03-Brincadeira dos palhaços
04-Despedida

Lado B

01-Chegada
02-Profecia: Anunciação
03- Brincadeira dos Palahços
04-Despedida

2 comentários:

O Acervo disse...

Parabéns pelo excelente site...
gostaria de pedir a gentlieza se possivel de disponibilizar link para este disco e de Lia de Itamaracá.

Acervo Origens disse...

olá amigo

o link para este disco da Folia de Reis está aqui:

http://vinillivre.blogspot.com/2011/10/folia-de-reis-no-rio-de-janeiro.html

e o da Lia está aqui
http://vinillivre.blogspot.com/2011/10/lia-de-itamaraca-25102011.html

aliás, todos os Lps do Acervo Origens podem ser baixados no Vinil Livre

Abraços