segunda-feira, 13 de julho de 2020

Programa Acervo Origens - 11jul20

O Programa Acervo Origens desta semana apresenta o violão dolente de Dilermando Reis, sambas autênticos com Candeia, em faixas do lindo álbum Seguinte..Raiz de 1971, a viola caipira de Ivan Vilela, a cantoria de Doroty Marques e a sanfona virtuosa de Orlando Silveira que, se estivesse vivo, estaria completando 95 anos de idade.



1) Quando vovó dançava (Dilermando Reis) com Dilermando Reis
2) Miudinho (Dilermando Reis) com Dilermando Reis
3) Cavaquinho encabulado (Dilermando Reis) com Dilermando Reis

4) Saudação a Toco Preto (Candeia) com Candeia
5) De qualquer maneira (Candeia) com Candeia
6) Quarto escuro (Candeia) com Candeia

7) Baiãozin Calungo (Ivan Vilela) com Ivan Vilela
8) No balanço do Jacá (Ivan Vilela) com Ivan Vilela
9) Armorial (Ivan Vilela) com Ivan Vilela

10) João Semente (João de Castro) com Doroty Marques
11) Giramundo (Luis Edgard) com Doroty Marques
12) Salário Nanico (Saulo Pinto Muniz) com Doroty Marques
13) Eterno como areia (José M. Giroldo) com Doroty Marques

14) Romântico (Orlando Silveira - Dino 7 Cordas) com Orlando Silveira e Regional do Canhoto
15) Pau de Arara (Guio de Moraes - Luiz Gonzaga) com Orlando Silveira e conjunto
16) Modulando (Rubens Leal Brito) com Orlando Silveira e conjunto
17) Dança da Naja (Pedro Santos - Jorge Gonçalves) com Orlando Silveira e Regional

Pesquisa, Produção e apresentação: Cacai Nunes

Nenhum comentário: