Se você acredita no trabalho do Acervo Origens, pode contribuir com qualquer quantia nas opções acima- If you believe in the work of the Acervo Origens, you can contribute any amount in the options above

segunda-feira, 24 de maio de 2021

Programa Acervo Origens - 22maio21

O Programa Acervo Origens desta semana apresenta choros de Luperce Miranda na interpretação do próprio autor, o Trio Nagô em registros dos anos 50, a cantoria de Xangai em parcerias com Cátia de França e Hélio Contreiras, o expressivo piano de Arthur Moreira Lima em gravações de 1982 e a viola de Tião Carreiro ao lado de seu grande parceiro Pardinho em gravações do álbum Em Tempo de Avanço, lançado em 1969.


1) Saudades (Luperce Miranda) com Luperce Miranda
2) Caboclo brasileiro (Luperce Miranda) com Luperce Miranda
3) Reboliço (Luperce Miranda) com Luperce Miranda

4) Aquarela Cearense (Waldemar Ressurreição) com Trio Nagô
5) Ladeira do amor (Graça Batista - Amado Regis) com Trio Nagô
6) Yaya da Bahia (Codó - João Mello) com Trio Nagô
7) O jangadeiro (Ciro Monteiro - Dias da Cruz) com Trio Nagô

8) Corisco e Dadá (Hélio Contreiras) com Xangai
9) Djaniras (Xangai - Cátia de França - Israel Semente) com Xangai
10) O pulo do gato (Xangai - Hélio Contreiras - Capinam) com Xangai
11) Jundiá (Xangai) com Xangai

12) Chuva morna (Heraldo do Monte) com Arthur Moreira Lima
13) Subindo ao céu (Aristides Borges) com Arthur Moreira Lima
14) Despertar da Montanha (Eduardo Souto) com Arthur Moreila Lima

15) Em tempo de avanço (Lourival dos Santos – Tião Carreiro) com Tião Carreiro e Pardinho
16) A viola e o violeiro (Lourival dos Santos – Tião Carreiro) com Tião Carreiro e Pardinho
17) A beleza do ponteio (Capitão Furtado – Tião Carreiro) com Tião Carreiro e Pardinho

Pesquisa, produção e apresentação: Cacai Nunes

Nenhum comentário: